About Me

Minha foto
M. Rosa
Maristela Rosa,universitária,faço faculdade de Comunicação Social(serei uma jornalista com diploma,acreditem!!!) Tenho 19 anos e adoro escrever besteiras,coisas inúteis e agora quero dividir isso com o Mundo,não é ótimo???rsrsrs....Mas voltando a falar de mim:gosto de ler,escrever,ver filmes,ouvir e contar histórias,por isso conto com a ajuda e interesse de vocês para fazer desse Blog uma página divertida,interessante e diferenciada na Net.! Agradeço,desde já e Mão na massa! =)
Visualizar meu perfil completo

Seguidores

Tecnologia do Blogger.
quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Aí vem o Chaves!

      "Aí vem o Chaves, Chaves, Chaves! Todos atentos, olhando pra TV. Aí vem o Chaves, Chaves, Chaves! Com uma historinha bem gostosa de se ver!". Quem não conhece esse musiquinha, que atire a primeira pedra! Chaves fez mesmo parte da infância de uma geração (a qual eu faço parte) e ainda continua encantando. Não sei se o caro leitor sabe, mas Chaves é o único programa do mundo que chegou ao primeiro lugar de audiência em todos os países que passou. Que o diga o SBT, que á décadas tem o Chaves em sua grade de programação, sempre com uma boa audiência.
       Esse ano o programa comemora 40 anos desde a sua estreia. E haverão muitas comemorações em torno dos fãs e o criador do seriado. Mas não é dessas comemorações que quero tratar, neste breve texto. Na verdade, quero mesmo é me juntar ao coro de pessoas que não cansam de elogiar o seriado. O Chaves é simplesmente genial, não tenho medo de dizer! O programa mostra, de uma maneira muito simples, que é possível fazer rir sem ser grosseiro, sem passar por cima de certos limites. 
      Me entendam bem, não sou uma dessas que defende o 100% politicamente correto no humor, acho esse discurso atual de censurar tudo quanto é piada, um saco! Mas a questão é que Chaves é extremamente engraçado e envolvente, sem precisar apelar para a baixaria. É tudo muito simples é bem feito. A gente ri de coisas infantis, como o Chaves lendo errado, a Chiquinha com medo da lagartixa, o Kiko e sua burrice, ou melhor, pouca inteligência (para caso de um "politicamente correto" estar de olho neste post)...
    Em todo caso, o fato é que Chaves tem o poder de nos fazer criança, afinal, mesmo sabendo como começa e termina os episódios, a gente sempre ri! Ou vai me dizer que isso só acontece comigo?!




M.Rosa






                   Bjos, abraços, aperto de mão e parabéns ao nosso Chaves!